Tecnologia e agronegócio lado a lado.

Empresa jovem e empreendedora que utiliza tecnologia de ponta na criação de soluções simples para atender demandas complexas. Estamos focados no setor do agronegócio, atuando desde o desenvolvimento customizado de softwares até soluções mais completas, como a rastreabilidade.

Nosso principal diferencial está em conhecermos exatamente quais são as necessidades e os problemas que as empresas do agronegócio enfrentam no seu dia-a-dia, desenvolvendo soluções direcionadas para suprir estas carências.

Conheça nosso produto

Sementes Rastreadas

Permite a gestão completa das informações e a rastreabilidade em todas as fases do processo de produção de sementes, beneficiamento na UBS até a venda ao cliente final. Solução totalmente integrada ao site da empresa produtora de sementes, proporcionando maior visibilidade e transparência.

Diferenciais:

  • rastreabilidade eficiente
  • histórico de produção
  • controle de qualidade
saiba mais

Clientes & Parceiros

Novidades

  • Plantio de soja está proibido no Paraná desde 15/06

    20/06/2017 11:09:51



    Proibição faz parte do vazio sanitário, medida adotada no Brasil e no Paraguai para impedir a proliferação da ferrugem asiática.

    Começou na quinta-feira (15) o vazio sanitário da soja no Paraná e em mais quatro estados brasileiros: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia. Com isso, está proibido plantar ou manter vivos pés de soja nestas regiões até o dia 15 de setembro.

    No Brasil, 11 estados e o Distrito Federal adotam essa medida, estabelecida por meio de normativas estaduais e com diferentes calendários, conforme as épocas de semeadura. O Paraguai também estabeleceu o período de vazio sanitário.

    De acordo com a pesquisadora Claudine Seixas, da Embrapa Soja, o objetivo do vazio sanitário é reduzir a sobrevivência do fungo causador da ferrugem-asiática durante a entressafra e assim atrasar a ocorrência da doença. “O vazio sanitário soja é uma das principais estratégias para o manejo da ferrugem-asiática , que é a mais severa doença da cultura da soja”, diz Claudine....
    Fonte: Motomco Group
    Leia mais, acesse: http://motomco.com.br/noticias/plantio-de-soja-esta-proibido-no-parana-desde-1506/

    Ver no Facebook
  • Sementes Lannes investe na rastreabilidade como forma de orientar o agricultor na tomada de decisão, contribuindo para otimização de recursos no momento da semeadura da próxima safra

    19/06/2017 19:14:25

    Ver no Facebook
  • O Agro - Softwares para o Agronegócio LTDA shared their post

    11/06/2017 13:20:56

    Rastreabilidade de Sementes é destaque na 2ª Noite de Campo da IMACOL Sementes de Santo Augusto/RS.

    Ver no Facebook
  • O Agro - Softwares para o Agronegócio LTDA shared their photo

    11/06/2017 13:20:29

    Gestão + Rastreabilidade na Produção de Sementes

    O Software Sementes Rastreadas do O AGRO é uma solução para gestão de todo processo de multiplicação de sementes, podendo ser utilizada por pequenos, médio e grandes produtores no Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina.

    Entre as principais funcionalidade, destacamos a simplificação na coleta de dados nos campos de produção via aplicativo móvel, o mesmo ocorre com o controle de estoque na Unidade de Beneficiamento de Sementes.

    Associado ao controle do processo de produção de sementes, o software permite a disponibilização de informações aos seus clientes, simplificando o acesso dos agricultores a informações chaves para o planejamento e alocação de recursos.

    A rastreabilidade permite aos agricultores a otimização de recursos no momento da semeadura dos lotes de sementes em campos de produção de grãos.

    Saiba mais sobre esta solução em nosso site www.oagro.com.br ou no folder abaixo.

    Veja um Exemplo: https://www.sementesrastreadas.com.br/t/CSS153503

    Link para Acesso ao Folder: http://migre.me/wxmdi

    Ver no Facebook
  • Percevejo gera até 13% de prejuízo em área não monitorada

    29/05/2017 08:19:33



    O produtor de soja tem um inimigo natural que necessita de controle rígido, caso contrário o prejuízo é certo. O percevejo é uma das principais pragas que acometem a produção agrícola do País e, em especial, a de soja. Os sementeiros são os mais prejudicados, pois afetam a qualidade e tem interferência no vigor e germinação da semente produzida.

    Ademir Santini, engenheiro agrônomo e gerente de marketing da Bayer para a região Sul, diz que “há situações no campo onde o ataque é muito severo, com perdas diretas, pois muitos dos grãos afetados acabam sendo descartados no processo de ventilação da colheitadeira. O percevejo retira a parte nutritiva do grão, que perde peso e acaba sendo descartado. O problema maior na cultura da soja está nas variedades de ciclo tardio, por conta do processo migratório de outras áreas colhidas”.
    Leia mais, acesse: https://www.agrolink.com.br/noticias/percevejo-gera-ate-13--de-prejuizo-em-area-nao-monitorada_393312.html
    Fonte: AGROLINK COM INF. DE ASSESSORIA

    Ver no Facebook
  • Paraná já plantou 55% da área de trigo

    18/05/2017 15:30:01


    Lavouras estão 100% em boas condições

    O relatório semanal de acompanhamento das condições das lavouras, divulgado nesta semana pela Secretaria de Agricultura do Paraná, registrou que o estado já plantou 55% dos 998 mil hectares previstos para a safra 2017/18. O plantio encontra-se adiantado na comparação com o ano passado, quando na mesma época haviam sido semeados 31%.

    “Até o momento, as condições das lavouras estão 100% boas. Com relação ao estágio do plantio, 29% das lavouras estão em fase de germinação e 71% em fase de desenvolvimento vegetativo”, ressalta o analista sênior da Consultoria Trigo & Farinhas, Luiz Carlos Pacheco.
    Saiba mais, acesse: https://www.agrolink.com.br/noticias/parana-ja-plantou-55--da-area-de-trigo_392901.html
    Fonte: Portal Agrolink

    Ver no Facebook

Curta nossa
fan page no facebook

Entre em contato

  • contato@oagro.com.br
  • +55 55 3199.4159
  • +55 53 98113.4780
Ficou com dúvidas, ficou interessado em utilizar nossos serviços ou quer dar sugestões?
Fale conosco pelo formulário abaixo:
Por favor, preencha os campos em destaque.